It’s gone!

(Esse post foi escrito na manhã de hoje e o texto já conta com referências às fotos que tiramos em Guarulhos e no aeroporto de Washington. Assim que eu encontrar com Nilza, coloco tudo aqui e as piadas vão fazer um pouco mais de sentido.)

Continuando nossa saga rumo a San Francisco. Ontem no final da tarde Nilza e Andrea chegaram a Guarulhos. Entramos na maior fila de check in da história e depois de muuuuuuito tempo estávamos prontos para embarcar. Na verdade, quase prontos. Faltava um brinde e uma foto ridícula para registrar o momento.

Feito!

Passamos no freeshop e o Rafael quase morreu com tanta coisa legal e barata. Duas Absolut Mango por $35, por exemplo. Mas resisti bravamente aos meus instintos consumistas e segui para o embarque.

Momento de pânico #1: tinha um árabe a bordo. Sim, era um árabe low profile. Lembrava bastante o Raj da novela. Mas era árabe, com direito a nariz estranho e tudo mais. Era tão árabe que a aeromoça pediu para ele tirar os sapatos antes de entrar no avião. Se ela tinha dúvidas, imagina eu.

Com alguns minutos de vôo passamos por uma turbulência absurda, do tipo que fez metade do avião tomar um banho de Coca. Foi a deixa para eu puxar papo com minha vizinha, uma simpática senhora americana. Ela estava voltando das férias no Brasil e me disse que morava em Los Angeles, mais exatamente em Santa Mônica. Por acaso é nessa praia que eu e Flávio vamos ficar na semana que passaremos em LA quando terminar o IGE. Pergunta se não dei um jeito de virar best friend do Orkut da Nela? Inclusive, quando sobrevoávamos a Amazônia, eu fui tirar onda e falar que estávamos sobre a Rainforest e ela respondeu: É, eu sei. Já estive lá. É a 10ª vez que venho ao Brasil.

Depois dessa achei melhor dormir. Acordei quase na hora que serviram o café da manhã. Troquei e-mails com a Nela e combinamos de manter contato até minha chegada em LA.

Foto jeca do sol nascendo em algum lugar dos EUA!

Chegamos em Washington e começou a parte mais engraçada da viagem. Engraçada para vocês que vão ler depois do problema resolvido. Na hora foi um pânico absoluto. Depois da fila enorme da imigração, fomos pegar a conexão para San Francisco. Fui sorteado para fazer um teste estranho em que a mocinha passou um papel branco nas minhas mãos e deu para um computador analizar. Viu? Quem mandou rir do nariz estranho do árabe? Mas deve ter dado tudo certo, porque ela me liberou em seguida. Saí de lá correndo para comprar um cartão telefônico e ligar para Dona Mãe. Quando acabei, descobri que o pessoal já tinha seguido para o embarque. Detalhe: eu estava no portão B2 e o nosso era o D29, eu tinha menos de 10 minutos para atravessar um universo de corredores. Saí correndo desesperado, até que parei em um balcão da United para confirmar se estava indo para o lugar certo. Cheguei para uma típica negra americana com unhas gigantes pintadas de vermelho e prata (!!!), uma sombra azul imensa que ia até metade da testa… vizualizaram? Então. Perguntei se meu embarque era mesmo no portão D29 e ela respondeu, sem olhar na minha cara: Your flight is GONE. And you dropped something on the ground.

Não sabia o que era pior, ter perdido o vôo ou ver que meu passaporte estava debaixo do meu pé. Saí correndo pra ver se o restante da equipe tinha embarcado. Para minha sorte, encontrei com todo mundo poucos metro depois. Faltavam 5 minutos para a decolagem mas as portas já estavam fechadas. E eu só pensava na mulher falando It’s gone!

No final da história, remarcamos nosso vôo para daí a quatro horas. Paramos para tirar uma foto nesse momento roubada. O funcionário do areporto foi muito gente boa, fez toda uma direção de cena antes de bater a foto… mas… bem… nada prova que estávamos no aeroporto. Conto com a boa vontade de vocês em acreditar.

Dulles ou a cozinha da minha casa?

Ah, sim, encontramos alguns amigos para comprovar nossa história.

Garbo e elegância para a foto!

Passamos no Subway para um lanchinho antes de mais uma maratona de espera. E fez-se a luz: refrigerante refil grátis. Que minha mãe e a Tice não leiam isso, mas a partir de agora tenho mais um objetivo de vida: experimentar todos os sabores de refrigerante que puder. That’s the way I like it! Agora tem uma Donkin Donuts ali na frente. Mas essa fantasia cultural fica para outro dia. Já são 11:15 e é hora de tentar ouvir meu nome no sistema de som.

Anúncios

2 Responses to “It’s gone!”


  1. 1 Nivs abril 16, 2010 às 4:38 pm

    Rafa, IT`S GONE!

    Eu perdi o voo no blog e só hj, dia 16, comecei a acompanhar suas peripécias. Estou AMANDO os posts, tomara que vc prossiga com o mesmo empenho em publicar todos os dias. Por enquanto, vc ainda está se divertindo com supermercado, comida vietnamita e tudo mais. Vou lendo aos pouquinhos para curtir bastante. A gente se encontra nos próximos posts. Beijos.


  1. 1 Informação aos navegantes! « Rafael Xavier Trackback em abril 16, 2010 às 7:54 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: